Quem sou eu

Minha foto

William Goroncy do Nascimento é estudante de Economia (com especial interesse em Desenvolvimento e Planejamento Econômico) e Contabilidade. Além disso atua na militância política e de Direitos Humanos. Também tem participado de encontros políticos como forma de aprendizado desde 2008. Atuou em debates sobre os Direitos Humanos e participou de campanhas municipais e federais nas duas últimas eleições. Busca sua formação profissional e experiência no setor contábil e financeiro.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

05 / 09 / 2013 - 05:15am - 27 anos

... É cedo ainda, não amanheceu... A cama ainda não está quente.

Seriam as ideias, o futuro, os planos, e as surpresas?

Quem sabe as lembranças marcantes, alegres, ou nem tanto.
Começo a perceber o peso dos aniversários, eles já não trazem mais aquela frase "onde/como/quando/com quem farei minha festa", eles agora trazem as lembranças dos anos passados, e com eles os antigos sonhos, os objetivos alcançados, e também os momentos frustados.

Saudade de tantos... Momentos, pessoas, lugares...

Hora de fazer o balanço.

"Ira!" toca ao fundo, a casa cheira a incenso, e a caipira está chegando ao fim. Os gatos dormem.

Onde esteves? Onde estás?
Tudo tão particular, e ao mesmo tempo uma necessidade de apresentar resultados, mas pra quem exatamente?
Tanta solidão, mas que solidão é essa, que te acompanha em meio a multidão? Tanto tempo já se passou e ainda não vencestes? Ainda não estás satisfeito?

Não, e jamais estarei! "Eu quero sempre mais" diz "Ira!"
Aqui nascem novos projetos, outros rumos, "superficial feito um espinho" eram as dores que tiravam meu rumo.
Se os muros eram altos, baixos eram os degraus da escada.

"E aqui estou sozinho eu, com o tempo..."

Começam a correr os primeiros dias dos 28 anos, o que será que está por vir, até os 30?

"eu morreria por você, sem saber do que sou capaz."

"Feliz Aniversário, envelheço na cidade!"

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Programa Profissões de Futuro

Estudante do Ensino Técnico

A economia brasileira deve crescer ainda mais com a exploração da camada de pré-sal. Portanto, o Brasil receberá investimento pesado em tecnologia, o que movimentará toda a cadeia produtiva da indústria de energia. Isso significa uma demanda maior por profissionais qualificados. O programa Profissões de Futuro busca informar e estimular estudantes a seguirem o seu exemplo: optar pelo Ensino Técnico. Além de ser uma grande oportunidade de carreira, profissionais de Nível Técnico são essenciais para a expansão da economia do país.

(Programa Desenvolvido pelo governo federal através da PETROBRÁS)

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Nas urnas o povo diz quem é e o que quer.

Minha nota de repúduio pessoal à ignorância, ao comodismo e a crítica vazia.




escrito em 12.10.2010




Na campanha de 2010 trabalhei muito para eleger quem sei que é digna do cargo a que foi eleita. Como militante PeTista, ouvi muito do antigo "antipetistmo" da época emque as pessoas se diziam contra o partido para mostrar alguma posição, mesmo que fosse uma piniçao vazia, apenas seguindo a maioria.

Vazio esse que se mantém,porque brasileiro sempre tem opinião, mas se intimida quando posto a prova, basta um mero "porquê?"
Não quero promover ainda mais meu partido ou meus candidatos, contudo me sinto no dever de mostrar indignação e fazer o possível para trazer à essas pessoas esclarecimento.
É exigência mínima que um candidato tenha um partido, ou seja, qualquer candidato terá suas tendências definidas por um conjunto, pelo seu partido, não são decisões individuais e individualistas. Portanto não adianta ser Anti-PT sem conhecer outros partidos, como ouvi de uma senhora "Ah, eu não voto em PT. Olha esses são meus candidatos, não sei de que partido são, mas nennhum é 13".
Bem, eu podia pressupor que ela está votando em quem já ouviu falar e ave que seu trabalho trará bons resultados, não fosse ela continuar seu discurso inflamado contra meu partido e exaltar seu candidato Danrlei, dizendo "Não vou votar na tua candidata, já tenho o meu. Porque votarei nel? Porque ele é bonitinho, olha a boca dele! E além de tudo é gremista! Vou votar nele e no Odone (ex-presidente do Grêmio FBPA)".
Já passamos do tempo, da idade e da ditadura. Está na hora deste povo notar que sua opinião tem sim valor, tem importância real, e que não basta somente reclamar dizendo "Esse país não vai pra frente" sentado em frente À TV, levantando só pra buscar a cerveja na geladeira, ou pra votar, porque é OBRIGATÓRIO.
Realmente esse país não irá pra frente. Enquanto continuarmos a eleger PALHAÇOS e BONITÕES pra depois ficarmos presos àquela rotina infeliz de reclamações ao Governo e um emprego onde não podemos oferecer nada além de mão de obra ou pouquíssimo esforço mental que nem sempre é reconhecido.
Pobre das nossas crianças, que AINDA não vão entender a doçura de ver um novo dia começar, com o sol nascendo atrás das árvores ou dos prédios, porque nesse momento, olhando pra essa cena, elas estarão no colo dos seus pais com febre, ranhentos ou até pior do que isso, na fila do "postinho" aguardando o início do turno.
Hoje recebi notícias de uma conhecida por quem tenho muita estima, que já há um mês foi assaltada, levou um tiro e está até hoje internada em um hospital da capital. A bala perfurou o pulmão e está alojada na coluna. Os médicos dizem que ela tem um percentual muito baixo de chances de voltar a andar. Será que ela vai rir quando dissermos que o Tiririca vai cuidar da segurança?
Ela tem condições financeiras para estar internada se tratando, reformando sua casa, fazendo as adaptações necessárias para que tenha uma vida QUASE normal. Mas te pergunto: e se fosse uma pessoa como eu, que só tive chances de cursar o ensino superior graças ao PROUNI (programa desenvolvido pelo governo, através de pessoas que realmente queriam estar desenvolvendo seu país), e que se precisasse de amparo médico, não tenho nada além do SUS? Como viveria, como me adaptaria, como trabalharia? Pergunte aos que votaram em quem é engraçado e bonito.
Pouco conheço o Danrlei, exceto como goleiro do melhor time do Brasil (dá-lhe Grêmio!!!),então por isso evitei comentários acerca de seu trabalho. Espero, do fundo do coração, que este nome seja grande não só no futebol. Espero também que, indiferente de suas opiniões políticas acerca de candidatos ou dos partidos, quem estiver lendo isso levante seu traseiro do sofá, junto comigo, e busque esclarecer as pessoas que ainda não percebem o quanto é importante se mobilizar, conecer seus candidatos e, principalmente, ACOMPANHAR seu trabalho e cobrar nas horas certas.
Pessoal, vamos lá, pesquise, conheça, acompanhe a tragetória dos seus candidatos. SAIBA EM QUEM ESTÁ VOTANDO, crie esse hábito.
Chacoalhe os lerdos para que se agitem, acorde a bofetadas esse bando de gente dorminhoca. 
Porque já estou cansado de sair do meu trabalho e ter medo de ser morto por um celular ou dez reais.


Com indignação,
William Goroncy